Empresas químicas apoiam 12 projetos comunitários em Estarreja

Mar

A Air Liquide, AQP, CIRES, CUF-QI e Dow Portugal, empresas químicas do PACOPAR, entregaram hoje, 22 de março, apoios financeiros no valor de 38 500 euros para ajudar a concretizar 12 projetos de índole social em Estarreja. Os apoios beneficiarão 12 entidades que atuam nas áreas de educação, proteção civil, apoio social à infância, à terceira idade, a pessoas com deficiência e ainda na área de desporto.

As subvenções integram o programa anual de apoios financeiros do PACOPAR e permitem ajudar escolas, IPSS’s e entidades públicas a concretizar projetos que têm como objetivo contribuir para a melhoria de diversas áreas de intervenção social em Estarreja. “Entre os contemplados estão projetos educativos inovadores e diversas ações em instituições de solidariedade social. Continuamos também a salvaguardar o apoio à área de proteção civil, por ser crucial no âmbito de atuação do PACOPAR.  Deste modo, damos seguimento ao nosso compromisso de responsabilidade social para com a comunidade em que nos inserimos e que queremos ver com cada vez mais qualidade de vida. Apesar da solidariedade social continuar a merecer a nossa atenção, iremos no próximo ano privilegiar projetos que permitam integrar diversos objetivos na mesma candidatura, nomeadamente as perspetivas de inovação, investigação científica, promoção de sustentabilidade, nas suas vertentes económica e ambiental”, refere Pedro Gonçalves, diretor-geral industrial da CIRES e atual responsável do Secretariado do PACOPAR.

 

As empresas   do PACOPAR ajudarão a implementar um projeto piloto assente num novo paradigma de aprendizagem, a apetrechar uma biblioteca para alunos com necessidades especiais, a apoiar obras de habitação social, a adaptar viaturas de emergência, a melhorar a segurança de instalações e de viaturas de apoio à terceira idade e à infância, a apoiar a prestação de cuidados continuados de saúde e a implementar novos equipamentos de sustentabilidade energética em infraestruturas desportivas. 

 

As entidades beneficiárias este ano foram os agrupamentos de Escolas de Estarreja e de Pardilhó, a Associação de Solidariedade Estarrejense, os Bombeiros Voluntários de Estarreja, o Centro Social e Paroquial São Tomé de Canelas, o Centro Paroquial de Assistência da Freguesia de Pardilhó, o Centro Social e Paroquial S. Miguel de Fermelã, a Cerciesta, a Câmara Municipal de Estarreja, a Conferência Vicentina São Martinho de Salreu, a Saavedra Guedes e a Santa Casa da Misericórdia de Estarreja. 

 

O programa de apoios financeiros do PACOPAR é promovido pelas empresas do Complexo Químico de Estarreja (Air Liquide, AQP - Aliada Química de Portugal, CIRES, CUF-QI e Dow Portugal), tendo como objetivo ajudar a concretizar projetos sem fins lucrativos, que tenham uma intervenção na comunidade de Estarreja e contribuam para melhorar a qualidade de vida da população local. Com vista a atingir este objetivo de forma mais eficaz e estruturada, as empresas químicas do PACOPAR pretendem privilegiar nos próximos anos projetos que enquadrem intenções de promoção económico-social, educativa, científica e ambiental, isto é, que contribuam de forma estruturada e integrada para a sustentabilidade local e global.