Projetos da carrinha e do agrião tornam-se realidade com o apoio do Pacopar

16Set

Representando o PACOPAR, o Diretor Geral da Dow Portugal, Alfredo Kowalski, visitou no dia 16 de setembro as instalações da Cerciesta, onde foi recebido pelo Diretor Norberto Costa e pela diretora técnica Mónica Amaral. Além de conhecer pessoalmente a instituição, o objetivo do encontro foi dar seguimento às visitas realizadas para ver os projetos apoiados pelo programa de apoios financeiros do Painel.

Há 40 anos que a Cerciesta presta apoio técnico-pedagógico e sociofamiliar a pessoas portadoras de deficiência contribuindo para a sua qualidade de vida, promovendo o exercício pleno de cidadania, através de um conjunto integrado de ações e serviços personalizados. Esse apoio inclui transporte dos seus utentes. E é para esse mesmo transporte que necessitavam de ajuda. A candidatura da Cerciesta em 2019 teve como objetivo a aquisição uma nova carrinha para transporte dos seus utentes para substituir a que ficou inoperacional devido a um acidente de viação. O projeto foi contemplado com a verba de 6.000 €.

 

Em 2018, o Pacopar apoiou outra proposta da Cerciesta: “Complemento do Projeto Sabores a Agrião”, que consistiu na aquisição de equipamentos como câmara frigorífica e fogão industrial, além de outros. Este é um projeto de empreendedorismo social para aproveitar o agrião, que cresce na Quinta Pedagógica da Cerciesta. Para isso, foi contemplada com 3.392€.

 

Durante a visita Alfredo Kowalski, acompanhado por Cláudia Granadeiro Tagliavini e Maria do Carmo de Oliveira, da Dow, conheceram a unidade de bem-estar, a sala Snoozlen e os espaços dedicados à pintura de azulejos, costura, carpintaria, olaria, além da cozinha. O grupo da Dow pôde constatar a aplicação dos recursos dados pelo PACOPAR aos projetos selecionados. A Cerciesta agradeceu o apoio concedido e seguirá trabalhando em projetos que possam ampliar os serviços dados aos utentes.

 

“Fiquei muito impressionado com a qualidade dos serviços e das instalações da Cerciesta, mas especialmente com o trato humano e carinho. É um trabalho de extrema importância para a comunidade”, afirma Alfredo Kowalski.